Demonstração

O que não pode ser medido, não pode ser gerenciado.” A frase é do professor norte-americano William Edwards Deming e tem tudo a ver com o assunto deste artigo. Os indicadores de desempenho, também chamados de KPIs, são úteis para avaliar se o seu setor está cumprindo suas metas.

Eles também auxiliam na identificação das principais falhas na gestão logística, permitindo que você adote melhorias nos processos. O que acha de conhecer os principais KPIs logísticos? É só continuar a leitura!

Entenda o conceito dos KPIs e a importância para o setor de logística

Os KPIs (Key Performance Indicators) são os indicadores utilizados para acompanhar o nível de eficiência de uma empresa. Na área de logística, essas métricas ajudam a identificar se há padronização de processos, qualidade no atendimento e cumprimento das metas.

Há diferentes indicadores de desempenho logístico para monitorar e cabe a cada empresa escolher os principais para sua atividade. Enquanto para uma o objetivo principal pode ser a redução de custos, para outra a métrica mais interessante pode ser a entrega dentro dos prazos. Por isso, é importante conhecer os principais indicadores do setor e depois implementar aqueles que fazem sentido para o negócio.

5 indicadores de desempenho logístico para monitorar

A seguir, listamos os principais KPIs de logística utilizados pelas empresas. Que tal conferir?

1.Qualidade da entrega

Esse KPI visa avaliar o serviço de entrega, identificando o número total de transportes efetuados, quantos produtos chegaram aos clientes dentro do prazo e aqueles que tiveram atrasos.

Também é possível separar as entregas por regiões para identificar quais fazem mais pedidos. Assim, ao longo do tempo a empresa consegue fazer uma análise mais precisa sobre quais localidades precisam receber centros de distribuição, por exemplo.

2.Custo do setor

Este indicador de desempenho logístico está relacionado aos custos desse setor para a companhia. Ao fazer o monitoramento é possível separar os gastos por atividades, analisar as despesas e estudar estratégias para reduzir os custos. Veja alguns aspectos que podem ser avaliados:

3.Extravios e perdas

Você já parou para calcular quantos produtos podem estar sendo perdidos ao longo do processo? Isso pode acontecer por diferentes motivos como: a quebra durante a movimentação dentro do armazém, problemas na temperatura durante o armazenamento de um produto perecível e o extravio durante o transporte.

Por isso, este é um dos indicadores de desempenho logístico mais importantes, visto que o monitoramento vai permitir uma análise sobre as perdas e a adoção de medidas para minimizá-las.

4.Ciclo de vida do pedido

Esse KPI está relacionado ao processo logístico como um todo, desde o momento em que o cliente faz o pedido até a entrega e pagamento. O objetivo é analisar quanto tempo ele fica aguardando todos esses passos serem concluídos.

Essa é uma maneira de identificar se há gargalos no processo e se há maneiras de reduzir esse tempo de espera. O indicador também ajuda a equipe a apresentar prazos reais para o cliente a fim de evitar atrasos na entrega.

5.Acuracidade de estoque

O indicador serve para mostrar se há discrepâncias entre os números registrados no estoque da empresa e os itens que ainda estão no armazém. Assim, o gestor consegue trabalhar para corrigir o erro e evitar a falta de material para produção.

Em suma, os indicadores de desempenho logístico ajudam o profissional a melhorar a performance do setor e os resultados da empresa. Quer saber como ter mais eficiência nos processos? Conheça 6 vantagens de usar a tecnologia na indústria!


Caroline Dallacorte

Engenheira de Alimentos
Mestre e Doutoranda em Tecnologia e Gestão da Inovação
Consultora na área de qualidade, inovação e produtividade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *