Demonstração

Ter uma gestão logística eficiente envolve planejamento, organização e acompanhamento de todos os processos. Muitas vezes, é necessário implementar rotinas para otimizar os recursos da cadeia de suprimentos, obter a redução de custos e garantir as entregas dentro dos prazos prometidos aos clientes.

Como alcançar tudo isso sem gerar grandes investimentos por parte da empresa? A seguir, apresentamos 5 boas práticas para você melhorar a gestão da cadeia de suprimentos. Vamos conhecer?

Importância da gestão logística eficiente

O gerenciamento correto da cadeia de suprimentos contribui para diminuir perdas de produtos, ter melhores negociações com fornecedores e ainda garantir a satisfação dos clientes.

Essa gestão logística integra todo o processo da cadeia de produção, envolvendo desde a compra de suprimentos, armazenamento, entrega ao cliente e acompanhamento de resultados. Como chegar lá?

É preciso investir na organização e acompanhamento dos processos para garantir que toda a cadeia produtiva flua de forma natural e contínua. Ao acompanhar tudo de perto e monitorar os resultados, o gestor de logística também consegue identificar os gargalos e corrigir as falhas para ter mais eficiência.

5 práticas para aperfeiçoar a gestão da cadeia de suprimentos

A seguir, apresentamos algumas dicas para você ter uma gestão logística mais eficaz.

1.Seleção e acompanhamento dos fornecedores

O primeiro passo para melhorar o processo logístico é contar com fornecedores de confiança, que garantem prazos e qualidade nos produtos. Para tanto, você pode realizar pesquisas no mercado, fazer algumas reuniões e testes para identificar quais são as melhores opções para a empresa.

Depois de selecionar os fornecedores também é necessário fazer um acompanhamento do trabalho para identificar se eles estão cumprindo com todas as exigências. Ter fornecedores responsáveis é uma excelente forma de reduzir os níveis de estoque e os custos de manutenção do setor.

2.Organização dos procedimentos

A  gestão logística também depende muito da padronização de processos. Dessa forma, é possível estabelecer uma sequência para as atividades, o que evita a perda de tempo e o retrabalho. Quando todos conhecem as suas tarefas e a sequência das atividades fica muito mais fácil de controlar a operação. 

3.Comunicação integrada

Já existem diferentes tecnologias para integrar a comunicação entre os setores e melhorar o controle de toda a cadeia de suprimentos.

Por exemplo: um software de gestão ajuda a identificar quando há poucos produtos em estoque. Assim, o setor de compras já consegue fazer o pedido para assegurar a continuidade da produção. Em seguida, os dados são repassados ao financeiro para efetuar o pagamento.

4.Automação de demandas

Além de integrar a comunicação entre as equipes, a tecnologia também é útil para automatizar determinadas tarefas. Por exemplo: o monitoramento de temperatura dos refrigeradores e caminhões de transporte pode ser feito de forma automatizada. Como?

Sensores são instalados  junto ao baú do caminhão e através de uma plataforma online se acompanham as mudanças de temperatura. Assim, a qualquer sinal de alteração o gestor é notificado com um alerta no smartphone. Essa é uma forma de evitar a contratação de uma pessoa apenas para acompanhar a temperatura, reduzindo custos e dando mais agilidade ao setor. O controle dos processos e automação de tarefas também gera mais facilidade em outras situações como:

5.Monitoramento dos processos

Muitas plataformas tecnológicas já apresentam funcionalidades específicas para a geração de relatórios. Isso contribui para uma gestão logística eficiente e baseada em dados reais. Desse modo, o gestor consegue determinar quais são os indicadores de desempenho mais importantes para a empresa e acompanhar os resultados de perto.

Está pronto para colocar essas dicas em prática para melhorar a gestão logística da sua empresa? Lembre-se de criar processos e acompanhá-los constantemente para identificar os resultados.Que tal aproveitar que está em nosso blog para aprender um pouco mais? Conheça os impactos da tecnologia 4.0 na sua atividade!


Caroline Dallacorte

Engenheira de Alimentos
Mestre e Doutoranda em Tecnologia e Gestão da Inovação
Consultora na área de qualidade, inovação e produtividade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *